quarta-feira, 2 de novembro de 2016

DESANIMADO





Está um dia desanimado.

Não, sou eu e desculpo-me assim.

Os dias não vestem estados de alma.

Hoje falta-me uma certa pessoa, pelo menos o seu sorriso muito particular.

Está um dia como está, pela ausência desse sorriso.

Acabou de entrar na habitação definitiva da memória.

Agora, só recordá-lo.

O sorriso.

Sem comentários:

Enviar um comentário