quinta-feira, 8 de março de 2018

OS DOIS






Todos os dias são os teus,
e os meus,
nossos, melhor.
Sendo dos dois, multiplicam-se,
abrem caminho,
a hipóteses estatísticas
de virem realmente a serem muito bons.
A dois,
as mulheres, os homens.
Afinal, todos nossos são os dias.
Senhores deles, que os inventámos e nomeámos.
Vivam.
Vivamos,
na comunidade escaldantemente afectiva
de os vivermos a dois.

Sem comentários:

Enviar um comentário