terça-feira, 18 de julho de 2017

CLARO - ESCURO





Do movimento constante das coisas, o sol ganha proeminência sobre a lua, com uma pontualidade irrepreensível.
Consequentemente e sendo um desafio dos dois, ela não concorda, e para que não se fique por aí, faz o mesmo proeminentemente. 
Andam há eternidades nisto, numa dialéctica pessoal.
Dia e noite e dia....
O que é bom: haver quem continue a cumprir diligentemente a função que lhe cumpre.
São um exemplo animador.





Sem comentários:

Enviar um comentário