quarta-feira, 21 de junho de 2017

FICÇÃO









Podemos inventar sem ir?
Escrever sem ver?
Podemos, anunciando com trompetas
A entrada em cena da ficção.
Feito assim, nesse preceito,

Aceita-se a fraude.


Sem comentários:

Enviar um comentário