quinta-feira, 27 de abril de 2017

UMA PALAVRA QUE SE USA POUCO







Mansamente, é meigo de dizer. Doce e pacífico. E quase inaudível: mansamente.

Ninguém no seu juízo se incomoda que nos façamos anunciar nas suas vidas mansamente.

Assim devia constar nos manuais sobre conduta. Um perigo escrever manuais de conduta.

No início, na verdadeira e irrepetível primeira vez de tudo, fazê-lo de mansinho, que pode ser dócil, ou sereno, ou puro, ou só e bastamente de mansinho.

Se for assim, depois não haverá violência.



Será sempre bom assim. E amor.



Sem comentários:

Enviar um comentário