sexta-feira, 7 de abril de 2017

SEXTA-FEIRA DIA DE POESIA







Hoje é sexta-feira
Dia de poesia.
Ė o único motivo e é plausível.
Não fosse sexta-feira,
Um dia que fecha os olhos a rimas e métricas,
E apetecia dizer MERDA.
Os dias não estão para simpatias.
Merda não rima com nada pelo cheiro.
A não ser hoje ser sexta-feira, e estarmos convencidos que só a chuva quando queremos sol, pode estragar os nossos panos de felicidade, 
Deixamos a merda para depois.
O mundo só se desconjunta nos dias de semana.
Nisso é formal..

Sem comentários:

Enviar um comentário