sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

UMA BIBLIOTECA EM SINTRA







- Bom dia, tenho alguns livros para oferecer à biblioteca. Estão num saco, no carro.
- Nós não aceitamos livros.
- Olhe que são bons livros. Praticamente todos são, eu só leio dos bons.
- Já temos muitos.
- Mesmo assim. Não aceitam livros numa biblioteca?
- Não precisamos de mais livros.
- Mas se calhar estes que vos quero oferecer, ainda não têm. É literatura juvenil. E alguns para adultos também.
- Não temos quem os cuide. Vá à Junta, mas eles lá não devem aceitar. Tente.
- Só por curiosidade: vem cá alguém requisitar livros para levar para casa, ou lê-los aqui?
- Não temos ninguém, estou todo o dia sozinha.
- e não a entristece, ver este sítio vazio?
- já estou habituada. Passei vinte anos no atendimento, na Junta, desgastou-me muito. Aqui faço a minha renda e não tenho uma única reclamação. Gosto.
- Um bom ano para si, minha senhora.

- Para o senhor também, e que todos os seus desejos se realizem.

Sem comentários:

Enviar um comentário